"Um avião estratégico realizou um ataque com mísseis na região de Odessa, a partir do mar Negro", às 06h00 (04h00 em Lisboa), de acordo com um comunicado, citado pela agência de notícias ucraniana Ukrinform.

"Um míssil atingiu um edifício residencial de nove andares" na região de Bilgorod-Dniester, a cerca de 80 quilómetros a sul de Odessa, causando 14 mortos e 30 feridos, incluindo três crianças, referiram os serviços de emergência.

Um outro míssil, disparado pelo mesmo avião, atingiu dois outros edifícios vizinhos, causando "três mortos, incluindo uma criança", disseram os serviços de emergência, na rede social Facebook.

Uma parte do edifício residencial ficou completamente destruída, acrescentou a Ukrinform.

As equipas de resgate conseguiram retirar sete pessoas ainda com vida dos escombros, incluindo outras três crianças.

A Rússia invadiu a Ucrânia em 24 de fevereiro e a ofensiva militar já matou mais de quatro mil civis, segundo a ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

A ofensiva militar causou a fuga de mais de oito milhões de pessoas, das quais mais de 6,6 milhões para fora do país, de acordo com os mais recentes dados da ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

(Notícia atualizada às 08h04)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.