O diretor da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC) refere, numa nota enviada à agência Lusa, que avança com a candidatura "convicto de que, além de conhecer a Universidade", reúne "as qualidades pessoais que um detentor deste mandato deve possuir".

Segundo a nota, José Pedro Paiva pretende apresentar "ideias novas que não desvirtuem a identidade de uma das mais insignes instituições portuguesas, além de propor um modo pessoal e diferente de conceber o governo de uma organização complexa como é a Universidade de Coimbra".

Para o diretor da FLUC, a universidade é uma instituição em permanente evolução e, por conseguinte, "tem de estar cada vez mais bem preparada para as exigências e desafios da investigação científica e do ensino, num universo de vigorosa internacionalização, sem, contudo, perder as dimensões holística e humanista que caracterizam a genuína ‘universitas'".

O candidato a reitor da mais antiga universidade portuguesa revela ainda que irá apresentar publicamente o seu programa a 8 de janeiro de 2019, estando disponível, a partir dessa data, para esclarecer as suas ideias e estratégia em torno do governo da Universidade de Coimbra.

De acordo com o ‘site' da Universidade de Coimbra, José Pedro Paiva é professor na FLUC desde 1986, sendo ainda investigador do Centro de História da Sociedade e da Cultura da Universidade de Coimbra, do Centro de Estudos de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa e académico correspondente da Academia Portuguesa da História.

Segundo uma deliberação do Conselho Geral da Universidade de Coimbra de 25 de junho, a apresentação de candidaturas a reitor decorre até 7 de janeiro de 2019, sendo que a reunião plenária do Conselho Geral para a eleição do reitor ocorre a 11 de fevereiro.

Entre a apresentação das candidaturas e eleição, realiza-se ainda uma audição pública dos candidatos e outra pelo Conselho Geral.

O Conselho Geral da Universidade de Coimbra é o órgão responsável pela eleição do reitor, sendo constituído por 18 representantes dos professores e investigadores, cinco estudantes, dois trabalhadores não docentes e não investigadores e dez elementos externos à instituição.

O atual reitor, João Gabriel Silva, cumpre em 2019 o fim do seu segundo mandato à frente da Universidade de Coimbra, tendo sido diretor da Faculdade de Ciências e Tecnologia antes de assumir o cargo de reitor.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.