Na sequência de uma reunião realizada na Unidade Local de Saúde de Matosinhos, no Porto, onde estiveram presentes enfermeiros diretores de norte a sul do país, estes profissionais apelaram ao Governo de António Costa para reconhecer as causas do seu descontentamento, pedindo que sejam criadas as condições para a reposição da normalidade de funcionamento nos diferentes serviços do SNS.

Além disso, apelaram aos enfermeiros para não se afastarem dos “valores essenciais” da profissão.

Os diretores enfermeiros garantiram ainda aos cidadãos a “confiança, segurança e qualidade dos cuidados” de enfermagem prestados no SNS.

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) disse hoje que o Ministério da Saúde vai apresentar um novo documento sobre a revisão da carreira dos enfermeiros, tendo agendado uma nova reunião para sexta-feira.

Em declarações à agência Lusa no final de mais uma reunião com o Ministério da saúde, o dirigente do SEP José Carlos Martins adiantou que a tutela “mantém o compromisso escrito de que a revisão da carreira de inicia em janeiro de 2018” e se prolongue durante esse ano.

Contudo, “ficaram em aberto algumas balizas para a revisão desta carreira, designadamente o términus da revisão, tendencialmente no final do primeiro semestre de 2018”, sublinhou.

No final de setembro, o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses decidiu cancelar a greve nacional que estava agendada para dias 3, 4 e 5 de outubro, por considerar que houve alguma evolução da posição do Governo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.