Segundo os números divulgados no site da GNR, as duas vítimas mortais foram registadas em acidentes no distrito de Coimbra e Vila Real.

Na sexta-feira não foram registados feridos graves, mas houve 99 feridos ligeiros.

A GNR intensifica, desde sexta-feira e até ao dia 02 de janeiro, o patrulhamento rodoviário nas vias de maior tráfego no âmbito da operação “Ano Novo”.

Segundo a Guarda Nacional Republicana, o reforço do patrulhamento nas estradas tem como objetivo “prevenir a sinistralidade rodoviária, garantir a fluidez do tráfego e apoiar todos os utentes das vias, no sentido de lhes proporcionar uma deslocação em segurança”.

Durante a operação “Ano Novo”, a GNR vai estar “particularmente atenta” à deslocação para os locais de diversão e de grande concentração de pessoas, devido às celebrações da passagem de ano, para “evitar comportamentos de risco por parte de condutores de veículos, com especial atenção aos condutores de ciclomotores e motociclos”.

Para a operação vão estar mobilizados militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos Comandos Territoriais, que vão focar a sua atenção na condução sob a influência do álcool e de substâncias psicotrópicas, excesso de velocidade, manobras perigosas, incorreta ou não utilização do cinto de segurança e cadeirinhas para crianças e não utilização de equipamentos de proteção por parte dos motociclistas.

Os militares da GNR vão ainda efetuar ações de sensibilização dirigidas a peões, ciclistas e motociclistas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.