No dia em que os EUA celebram o Dia de Ação de Graças, Donald Trump cita a situação envolvendo uma caravana de refugiados, vinda da América Central e a caminho dos EUA, que se encontra acampada em Tijuana, no México, para justificar a possibilidade de decretar o encerramento de fronteiras com este país.

Trump disse que se trata de “uma situação realmente má” e afirmou que se for considerada “incontrolável” obrigará a “fechar a entrada nos EUA até que se possa garantir o controlo” e que este encerramento se aplicará a toda a extensão de fronteira com o México.

O Presidente dos EUA também referiu que autorizou as tropas americanas estacionadas na fronteira a usar força letal contra os migrantes, “se for necessário”, acrescentando: “Espero que tal não seja necessário”.

Donald Trump, que foi celebrar em família o Dia de Ação de Graças na Florida, afirmou aos jornalistas que não tinha escolha, porque está a “lidar com pessoas rudes”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.