Mendo Castro Henriques falava aos jornalistas à entrada do Palácio da Justiça, em Lisboa, momentos antes de o partido entregar as listas do Nós, Cidadãos! por Lisboa, Europa e Fora da Europa, três dos 19 círculos aos quais concorrem nas eleições legislativas de 6 de outubro.

Segundo o presidente do Nós, Cidadãos!, o objetivo nestas eleições é "prosseguir o caminho de presença junto dos portugueses".

"Os portugueses começaram a conhecer-nos, temos um presidente de câmara, temos 65 autarcas e o nosso resultado nas europeias, se fosse traduzido em votos, daria um deputado e é para isso que estamos aqui, para disputar lugares e dar voz aos cidadãos na Assembleia da República", apontou.

Com "uma presença muito forte no território nacional" nestas eleições, Mendo Castro Henriques garante que "todos os candidatos estão motivados" e os resultados anteriores do partido mostram que há expectativa de "ter uma representação que não seja os partidos tradicionais".

"Os portugueses já perderam a paciência com os políticos profissionais, até perderam a paciência revolucionária e nós estamos aqui para chamar as pessoas a votar num partido que tem uma fórmula diferente, que é do novo centro", defendeu.

Na perspetiva do presidente do Nós, Cidadãos!, "boa parte" dos candidatos do partido "são independentes na sua vida profissional e independentes porque não têm filiação".

"E é isso que nós queremos fazer vingar na vida política portuguesa", concluiu.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.