Como a China mantém o seu compromisso para com uma política de zero covid, as autoridades da cidade de Xiamen estão a trabalhar para garantir que não existe nenhuma via para a entrada do vírus, ordenando que todos os pescadores e as suas capturas sejam submetidos diariamente a um teste de ácido nucleico, conta o The Guardian.

Assim, pescadores e pescado são testados imediatamente após o desembarque de cada dia, de forma a evitar situações de contágio por parte de pescadores que possam ter feito comércio ilegal ou que tenham tido contacto com navios no mar, "resultando na importação do coronavírus", segundo as autoridades locais.

Até ao momento não houve confirmação de que qualquer vestígio do vírus tivesse sido detetado nestas situações.

As regras, que foram publicadas no final do mês passado e noticiadas esta semana, foram alvo de comentários bem humorados nas redes sociais, mas também de incompreensão.

"Absurdo, isto encarna décadas de estranheza", disse um utilizador na internet.

Outro sugeriu que as autoridades incorporassem a vida marinha no sistema de controlo em vigor, ordenando que o peixe que viajasse de águas internacionais para o território da China fizesse uma quarentena de sete dias.

A China tem permanecido firmemente empenhada em combater a covid-19, numa política que tem tido um amplo apoio interno, mas que também tem agradado a muitos cidadãos. Os esforços intensivos têm consistido em bloqueios rápidos em toda a cidade, restrições de viagem e requisitos frequentes de testes de ácido nucleico para os cidadãos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.