Depois do ministro da Educação Tiago Brandão Rodrigues ter indicado no passado dia 21 de janeiro que a interrupção das aulas devido ao confinamento ia ser compensada nas férias de Carnaval, da Páscoa e do verão, hoje soube-se que dias ficaram definidos para a pausa escolar.

Numa comunicação enviada às escolas, o Ministério da Educação confirma a "supressão da pausa letiva de Carnaval, prevista de 15 a 17 de fevereiro" e a "alteração na pausa letiva da Páscoa, que passa a ter início no dia 29 de março e a terminar a 1 de abril".

Com o feriado da Sexta-feira Santa a calhar a 2 de abril este ano, tal significa que há uma interrupção de uma semana de aulas durante a Páscoa. O ministério prevê ainda que haja "alteração das datas de conclusão do terceiro período para os diferentes anos de escolaridade", ou seja, quando terão início das férias de verão.

Na mesma comunicação, o Governo remete para dia 12 de fevereiro, sexta-feira da próxima semana, o dia em que vão ser reveladas tanto a "alteração do calendário escolar" como o "o calendário final de provas e exames".

Neste momento, as provas de aferição, realizadas pelos alunos no 2º, 5º e 8º anos, tem data prevista para começar a 3 de maio e a acabar a 18 de junho. As provas finais de 9º ano para terminar o 3º ciclo estavam calendarizadas para decorrer entre os dias 17 e 25 de junho e os exames nacionais de 11º e 12º anos tinham a primeira fase agendada para começar a 17 de junho e terminar a 6 de julho.

Esta recalendarização dos dias de férias e das provas foi motivada pela interrupção letiva iniciada a 22 de janeiro e que se estenderá até 5 de fevereiro devido às medidas de confinamento contra a covid-19. No dia 8 de fevereiro retoma o ensino, mas à distância.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.