Pelo menos 45 pessoas ficaram feridas, quatro delas em estado grave. Citando fontes dos serviços de emergência, a EFE adiantou que o acidente ocorreu quando um comboio, de dois pisos, que circulava com pouca velocidade e no final da ligação entre Guadalajara-Alcalá de Henares- Atocha, colidiu com a plataforma que sinaliza o término da linha.

Os serviços de emergência acrescentaram que a maior parte das vítimas sofreu ferimentos ligeiros e apresentam sinais de ansiedade provocados pelo acidente.

O acidente, que ocorreu às 15:37 (14:37 em Lisboa), não afetou outras ligações ferroviárias por ter ocorrido numa zona isolada da estação, segundo a empresa de transportes ferroviários Renfe.

O comboio estava ao serviço da Cercanías Madrid, explorado pela empresa Renfe Operadora que liga a cidade de Madrid à sua área metropolitana e às principais povoações da Comunidade de Madrid.

Ao local do acidente acorreram quatro corporações de bombeiros e dos serviços de emergência médica.

As causas do acidente ainda não são conhecidas, mas em comunicado, a Renfe diz ter aberto uma investigação.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.