"Portugal não tem nenhuma reserva em relação à nova administração dos EUA. Tem e terá a mesma relação que teve com a administração anterior", disse hoje Augusto Santos Silva, numa audição na comissão parlamentar de Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas, depois de questionado pelo socialista Paulo Pisco sobre as expectativas em relação à presidência de Donald Trump, que toma posse hoje como 45.º Presidente dos Estados Unidos.

O governante sublinhou que os Estados Unidos são "um vizinho" de Portugal, bem como "um aliado" e "o principal parceiro bilateral" no que diz respeito à defesa, por causa da base das Lajes, nos Açores.

Em resposta à deputada do Bloco de Esquerda Domicília Costa sobre a situação da comunidade portuguesa e lusodescendente nos Estados Unidos, Santos Silva disse que o Governo português "não vê nenhum alerta amarelo" neste momento, mas garantiu que acompanhará "com muito cuidado", a nível bilateral e multilateral, "qualquer inflexão na política de imigração" norte-americana.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.