150 mil pessoas decidiram apoiar o senador norte-americano Bernie Sanders logo nas primeiras horas após o agora candidato ter anunciado que está preparado para voltar a disputar um lugar na corrida presidencial, em 2020. Depois de não ter conseguido vencer as primárias democratas, que acabaram por levar Hillary Clinton ao duelo com Donald Trump, Bernie volta à corrida pela nomeação como candidato do Partido Democrata às presidenciais do próximo ano.

Nas primeiras dez horas, a candidatura do senador do Vermont angariou mais de quatro milhões de dólares, qualquer coisa como 3,5 milhões de euros, provenientes de 150 mil apoiantes individuais, segundo números da campanha, divulgados esta terça-feira pela imprensa norte-americana.

Faiz Shakir, o responsável pela campanha de Sanders, disse ao Business Insider que, apesar de não poder confirmar a soma exata dos donativos feitos nas primeiras horas após o anúncio, pode garantir que são “ENORMES”.

Assim sendo, os números angariados por Bernie Sanders marcam um novo recorde de donativos no primeiro dia para a campanha de 2020. A fasquia estava noutra candidata democrata, a senadora Kamala Harris, que no primeiro dia da campanha conseguiu reunir 1,5 milhões de dólares (1,3 milhões de euros) de 38 mil apoiantes.

Sanders anunciou a recandidatura numa entrevista à rádio pública de Vermont. "Começámos uma revolução política em 2016 e agora é tempo de avançar com essa revolução", disse o senador norte-americano.

Mas os recordes de Sanders podem não ficar por aqui. Se for eleito, o senador chegará à Casa Branca com 79 anos, o que significa que será o presidente mais velho da história dos Estados Unidos.

A lista de democratas que já estão na corrida presidencial junta vários senadores conhecidos, como Elizabeth Warren, de Massachusetts, Kamala Harris, da Califórnia, Cory Booker, de New Jersey, Amy Klobuchar, Minnesota e Kirsten Gillibrand, de Nova Iorque.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.