Segundo avança a agência Reuters, minutos depois de iniciar o seu "briefing" habitual sobre a pandemia da Covid-19, Donald Trump foi subitamente escoltado para fora da sala por membros dos Serviços Secretos norte-americanos.

Com ele foram também o secretário do Tesouro, Steve Mnuchin, e o diretor do Orçamento, Russ Vought, tendo as portas da sala sido fechadas.

As razões para a retirada do Presidente dos EUA foram dadas pelo próprio, que entretanto regressou à sala, passados alguns minutos.

Segundo Trump, a operação deveu-se a um tiroteio que ocorreu junto ao gradeamento da Casa Branca, sendo que uma pessoa foi baleada pelas forças de segurança e foi para o hospital.

"Houve um tiroteio perto da Casa Branca", disse Trump, adiantando que a situação "parece estar completamente sob controlo" e que "alguém foi para o hospital", não adiantando em que condições de saúde ficou a pessoa baleada.

"Talvez não tivesse nada a ver comigo", continuou Trump, ao afirmar que o incidente aconteceu "do lado de fora" do perímetro da Casa Branca.

"Eu não acredito que [o perímetro da Casa Branca] foi violado, eles estavam relativamente longe", explicou.

A situação estava calma nos arredores da Casa Branca, mas uma parte das ruas nas imediações foi bloqueada, com diversos carros de polícia e agentes em movimento em direção à esquina entre a 17ª Rua e a Avenida Pennsylvania.

Philipos Melaku, um manifestante que acampa em frente à Casa Branca há anos, afirmou ter ouvido o barulho de um tiro por volta das 17h50 locais.

"Eu ouvi um tiro e, antes disso, eu ouvi gritos", relatou Melaku à AFP.

"Era uma voz de homem", continuou. "Depois disso, imediatamente, pelo menos oito ou nove homens armados chegaram apontando seus fuzis AR-15".

*com agências

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.