Em Castanheira de Pera, no distrito de Leiria, um dos concelhos mais afetados pelos incêndios de junho de 2017, onde almoçou, o candidato disse que a sua visita pretende revelar e demonstrar "que o Interior tem sido abandonado".

"Mais uma vez fica claro o quanto o Estado tem abandonado esta parte do país, como se não interessasse, sempre com a mesma lógica eleitoralista, do voto e não do desenvolvimento", frisou à agência Lusa.

Da parte da tarde, André Ventura e uma pequena comitiva visita o concelho vizinho de Pedrógão Grande, o mais atingido pelos incêndios de junho de 2017, para "mostrar que o Estado falhou completamente".

Para o líder da Coligação Basta, aquele município do Pinhal Interior "é o exemplo de como o Estado não conseguiu assegurar um direito fundamental aos seus cidadãos, o direito a estar a segurança, a sua vida, os seus bens e ao desenvolvimento".

André Ventura denunciou que existem pessoas que foram vítimas dos "terríveis incêndios", em que foram feitas "grandes ações de marketing em volta das suas casas e dos seus bens e ainda não receberam um cêntimo de apoio do Estado".

"O Estado falhou em toda a linha e não pode continuar a falhar. Vimos dizer às pessoas que as promessas são para cumprir e fiscalizar o Governo no cumprimento das promessas que faz a estas pessoas", sublinhou o candidato, considerando que aquela população "não pode ser duplamente vitimizada: pela tragédia e pela total irresponsabilidade do Estado e afastamento dos poderes públicos".

Salientando que o Interior é uma "questão fundamental" para esta força política, André Ventura garantiu que a coligação vai estar "ao lado do Interior em medidas fiscais atrativas, que fixem as pessoas e tragam empregos, e que façam um Portugal equilibrado e não este país desequilibrado que temos tido até agora".

"Estamos numa zona que tem menos população, menos atenção pública e do Estado, mas é Portugal. E quando olhamos para isto e vemos o abandono a que estas populações têm sido votadas, a inexistência de bens e equipamentos sociais, temos de dizer basta a que o Estado falhe a toda a hora", enfatizou.

Entre as várias mensagens que a Coligação Basta pretende divulgar, o cabeça de lista europeu destaca que é importante transmitir que o Estado "está a falhar".

"Está a falhar na promoção e defesa do Interior, na justiça, nos impostos e no ambiente. Basta que o Estado falhe", rematou André Ventura, que se mostrou muito satisfeito com a aceitação da população à campanha da Coligação Basta, mesmo nas zonas suburbanas "muito difíceis politicamente".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.