Pedro Marques falava a meio de uma arruada em Gondomar, depois de confrontado pelos jornalistas sobre a decisão do Governo britânico de adiar a publicação da nova proposta de lei para o 'Brexit', inicialmente prevista para sexta-feira, para que fosse votada na semana que se inicia em 03 de junho.

A proposta define os termos da saída do Reino Unido da União Europeia (UE) e a primeira-ministra britânica, Theresa May, assegurou que é "a última oportunidade" de garantir uma saída ordenada.

Perante os jornalistas, o cabeça de lista europeu do PS afirmou esperar que os britânicos "possam estabilizar uma solução tão rápido quanto possível".

"A própria realização de eleições europeias no Reino Unido é também mais um passo nesta situação de indefinição. Tenho uma secreta esperança que o Reino Unido, no fim das contas, acabe por permanecer na União Europeia", declarou.

Porém, segundo Pedro Marques, caso o 'Brexit' se concretize, "então que haja uma saída com acordo".

"É preciso evitar que haja uma saída descontrolada. Se for essa a escolha, espero que os britânicos preparem essa saída com acordo, tendo em vista defender o próprio Reino Unido, a Europa e Portugal", alegou.

Pedro Marques insistiu na importância de uma saída ordenada, sobretudo para os interesses nacionais.

"É preciso defender os portugueses que estão no Reino Unido e as nossas relações comerciais com este país. Espero, igualmente, que a Europa também retire lições desta situação e não se volte para dentro, continuando a assumir a sua vocação atlântica", acrescentou.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.