O ‘dossier’ pode ser consultado na página do parlamento na Internet, tem um mapa comparativo dos quatro projetos (PAN, BE, PS e PEV) e uma explicação, em formato perguntas e respostas, sobre o que cada partido propõe.

Estão também disponíveis, em vídeo ou áudio, as audições feitas desde 2016 sobre o tema, pode ler-se um documento com o direito comparado, em vários países, e ainda um vídeo feito pela ARTV sobre o tema.

Quatros projetos de lei para despenalizar e regular a morte medicamente assistida em Portugal apresentados por PS, BE, PEV e PAN vão a debate e votação, na generalidade, na terça-feira, na Assembleia da República.

Nas bancadas do PSD e do PS, que no total somam 175 dos 230 deputados, haverá liberdade de voto, tornando imprevisível o resultado, que dependerá muito dos “sim” na bancada social-democrata e dos desalinhados do “não” no grupo parlamentar socialista.

Outros fatores a ter em conta são deputados indecisos, as abstenções e os parlamentares que faltarem na terça-feira.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.