As sementes, vindas de Hiroshima, foram oferecidas por esta cidade japonesa como mensagem de paz e vão ser lançadas à terra nas cerimónias do Dia da Cidade de Évora, explicou o município alentejano.

Segundo a autarquia, as sementes são de árvores “cujos troncos” foram “carbonizados pelo bombardeamento” e dos quais “vieram a brotar, mais tarde, rebentos verdes e folhas”.

Desde então, “os cidadãos de Hiroshima tomaram-nas como símbolos da paz”, realçou a câmara, explicando que a oferta foi feita no âmbito da organização sem fins lucrativos Mayors for Peace, fundada por Hiroshima e Nagasaki, em 1982.

A organização, que integra hoje 7.578 cidades espalhadas por 163 países do mundo, tem como principal objetivo promover a solidariedade das cidades em prol da abolição total das armas nucleares.

“Évora, que aderiu a esta organização em 2007, é a primeira cidade de Portugal a ser distinguida” com “as sementes das árvores da paz”, congratulou-se o município.

Com esta iniciativa, a Câmara de Évora pretende “homenagear as vítimas de Hiroshima, a cidade japonesa que sofreu as dramáticas consequências do lançamento da primeira bomba atómica pelos Estados Unidos da América, durante a 2.ª Guerra Mundial”.

Além deste momento, nas comemorações do Dia da Cidade, numa cerimónia no salão nobre dos Paços do Concelho, a partir das 10:00, o município vai também atribuir três medalhas de mérito.

O investigador Henrique Leonor Pina, revelou a autarquia, vai ser agraciado, a título póstumo, com a Medalha de Ouro da Cidade de Évora pelo seu trabalho de “valorização das potencialidades arqueológicas do concelho”.

O investigador, destacou a câmara, identificou e deu visibilidade “a vários monumentos megalíticos, entre eles o Cromeleque dos Almendres”, durante o levantamento da Carta Geológica de Portugal”.

Já a Medalha de Mérito Municipal – Classe Ouro vai ser atribuída ao Juventude Sport Clube, que este ano comemora o 100.º aniversário, pela “relevância do papel desempenhado ao longo da sua existência para a comunidade local”.

O antigo comandante dos Bombeiros Voluntários de Évora José Francisco Monteiro vai, igualmente, ser agraciado com a Medalha de Mérito Municipal – Classe Ouro, pelos “relevantes serviços prestados em prol da Humanidade, ao longo de 30 anos de carreira, sendo exemplo dessa abnegação o contributo decisivo na fundação das corporações de bombeiros de Portel e Viana do Alentejo”.

No Dia da Cidade, vai ainda ser lançado o n.º 2 da 3.ª série do boletim “A Cidade de Évora”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.