“O Exército leva a segurança da informação muito a sério e estamos em vias de resolver o problema”, indicou o ministério na rede social Twitter.

Na conta do YouTube do Exército britânico surgiram vídeos sobre a criptomoeda e imagens do magnata Elon Musk, patrão da Tesla, enquanto na conta do Twitter apareceram mensagens que pareciam ligadas a NFT, um formato numérico que permite associar qualquer objeto virtual, seja imagem, vídeo, fotografia, animação ou música.

Na rede Twitter, o Exército pediu desculpas pela “interrupção temporária” dos seus conteúdos e anunciou a retoma do serviço normal da sua conta.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.