Os especialistas não conseguiram, porém, reunir provas suficientes para poder determinar a responsabilidade por dois outros ataques químicos: — em Binnish na mesma província (a 24 de março de 2015) e em Kfar Zita na de Hama (a 18 de abril de 2014).

O relatório foi apresentado na sexta-feira ao Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.