Os projetos, que serão financiados por fundos da FCT, foram selecionados no âmbito do concurso cujo prazo para apresentação de candidaturas decorreu entre 28 de janeiro e 10 de março. Os resultados podem ainda ser contestados pelos candidatos.

Numa nota publicada no seu portal, a FCT adianta que os novos 551 projetos juntam-se aos 2.274 em curso e igualmente subsidiados pela instituição.

Serão apoiadas duas categorias de projetos: 246 projetos com uma duração máxima de três anos e financiamento máximo por cada de 250 mil euros e 305 projetos ditos exploratórios com uma duração de ano e meio e financiamento máximo por cada de 50 mil euros.

Das 4.870 candidaturas admitidas para avaliação, 3.371 obtiveram "a classificação mínima que lhes permitiu ser elegíveis para financiamento".

Os cientistas que lideram os projetos são na sua maioria mulheres (55,2%) e há uma fatia de estrangeiros (12,2%) que está à frente de 67 projetos selecionados.

Na avaliação das candidaturas, que teve a participação de 577 peritos estrangeiros, foi tido em conta "o mérito científico e caráter inovador do projeto, o mérito científico da equipa de investigação, a exequibilidade do programa de trabalhos e o contributo para a acumulação de conhecimentos e competências".

O concurso para financiamento de projetos de investigação científica e desenvolvimento tecnológico em todas as áreas científicas tem uma periodicidade anual.

A FCT é a principal entidade, na dependência do Governo, que subsidia a investigação científica em Portugal.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.