“Mário Soares faleceu há dois anos. Dois anos passados, a insubmissão ao populismo e às ideologias e práticas contra o Parlamento, têm a maior das atualidades. Saibamos todos ser firmes na defesa da Democracia, firmes contra o ódio, a mentira e a exploração do medo. Que viva Mário Soares”, apela Eduardo Ferro Rodrigues, numa nota colocada no ‘site’ da Assembleia da República na Internet.

Mário Soares morreu no dia 7 de janeiro de 2017, aos 92 anos, em Lisboa.

Advogado, combateu a ditadura do Estado Novo, foi fundador e primeiro líder do PS. Regressado do exílio em França, após o 25 de Abril de 1974, foi ministro dos Negócios Estrangeiros, primeiro-ministro e Presidente da República durante dois mandatos, entre 1986 e 1996.

Como primeiro-ministro, pediu a adesão de Portugal à então Comunidade Económica Europeia (CEE), em 1977, e assinou o respetivo tratado, em 1985.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.