O inquérito foi instaurado na sexta-feira pelo Ministério Público da secção de Lagos do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Faro, indica hoje o ‘site’ do MP local.

A festa em causa ocorreu na noite de 07 para 08 deste mês, terá reunido várias dezenas de pessoas e "estará na origem de um surto infeções por Covid-19", refere o DIAP de Faro.

"No âmbito do inquérito será avaliado o eventual enquadramento desta factualidade em prática de crime, designadamente de propagação de doença", adianta o DIAP de Faro em informação colocada no site.

A abertura de investigação ocorre após a ministra da Justiça solicitar à Procuradoria-Geral da República (PGR) a intervenção do MP para, em representação do Estado, "instaurar ações indemnizatórias contra os promotores do evento de Odiáxere, em Lagos, do qual resultou a infeção de mais de sete dezenas de pessoas, incluindo crianças".

A pandemia de covid-19 já provocou cerca de 460 mil mortos, incluindo 1.528 em Portugal.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.