O comandante da 6.ª Divisão de Infantaria do Exército, Cirilito Sobejana, confirmou à imprensa filipina que um explosivo improvisado explodiu à frente de uma loja no centro de Insulan.

A explosão ocorreu na mesma área em que um outro ataque, na última terça-feira, matou três pessoas e feriu 36 durante as comemorações de um festival da cidade.

Nenhum grupo armado assumiu a responsabilidade pelo ataque de domingo, mas as autoridades suspeitam dos combatentes da libertação islâmica do Bangsamoro, ligados ao Estado Islâmico, que já haviam assumido a responsabilidade pelo ataque de terça-feira.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.