De acordo com fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Castelo Branco, as chamas que lavraram na zona sul do município da Sertã atingiram “uma área considerável” de povoamento florestal, mantendo-se no local mais de 500 operacionais em trabalhos de consolidação e rescaldo que “vão demorar”, avisou.

A mesma fonte indicou que o vento continua a ser uma das maiores preocupações dos bombeiros, nomeadamente para evitar reacendimentos, “mas o grau de risco baixou”.

Na zona da Sertã, segundo a página de internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), estão 550 operacionais, apoiados por 165 viaturas e um meio aéreo.

O incêndio, que deflagrou pelas 14:50 de sexta-feira, na localidade de Marmeleiro, causou sete feridos, seis bombeiros e um civil, tendo ainda sido assistidas outras cinco pessoas, disse o CDOS de Castelo Branco.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.