“Até agora foram declarados cinco casos em França”, indicou a Agência Nacional de Segurança do Medicamento no ponto de situação semanal sobre os efeitos das vacinas contra a covid-19, citada pela AFP.

“Os dados disponíveis não mostram, até agora, elementos suficientes para concluir que a vacina tenha tido um papel, mas constituem um sinal potencial”, sublinhou a agência.

Antes destes casos detetados em França, tinham sido sinalizados casos de miocardite em homens jovens em Israel que tinham recebido a segunda dose da vacina Pfizer.

No total, desde o início da administração da vacina da Pfizer, foram detetados em França 16.030 casos de efeitos indesejados, na sua maioria “previsíveis e sem gravidade”, como dores de cabeça e dor no local onde a vacina foi aplicada.

Quanto à vacina AstraZeneca, reservada por enquanto às pessoas com mais de 55 anos, foi registado um novo caso de trombose ligada à vacina. Foram até agora detetadas 28 tromboses em França e oito mortes.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.