“Quando a biodiversidade está em perigo, há uma necessidade urgente de agir. A França está lá. Ao lado do povo mauriciano”, afirmou o Presidente francês, Emmanuel Macron, na rede social Twitter, acrescentando que o país vai enviar “equipas e diverso equipamento”.

Na sexta-feira, a ilha Maurícia declarou “estado de emergência ambiental” após uma rutura num navio com bandeira do Panamá ter causado um derrame de petróleo nas águas do arquipélago.

O primeiro-ministro das Maurícias, Pravind Jugnauth, anunciou a decisão, após as imagens de satélite terem mostrado uma mancha escura a espalhar-se pelas águas perto de áreas que o Governo considera “muito sensíveis” a nível ambiental.

O navio “MV Wakashio”, que transportava cerca de 4.000 toneladas de gasóleo e petróleo num percurso entre a China e o Brasil, encalhou em 25 de julho no sudeste da ilha Maurícia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.