Numa nota intitulada "nunca nos vão vergar", Eduardo Ferro Rodrigues exprime, em nome do parlamento português, "o mais profundo sentimento de condenação por mais este ato terrorista e, ao mesmo tempo, demonstrar toda a solidariedade aos franceses".

"A Assembleia da República estará sempre na primeira linha na condenação veemente de atos terroristas que nunca nos vão vergar", afirmou ainda Ferro Rodrigues, garantindo que "combater o terrorismo é um dever de cidadania".

O balanço do ataque ao mercado de Natal em Estrasburgo, na noite de terça-feira, foi revisto hoje de manhã pela prefeitura de Bas-Rhin, que deu conta de dois mortos, sete feridos graves e sete feridos ligeiros.

As forças de segurança montaram uma operação de caça ao homem para tentar deter o autor do ataque, que ficou ferido numa troca de tiros com um soldado antes de abandonar o local.

O Governo francês elevou o nível de alerta no país para “emergência por atentado”, com um reforço de controlo nas fronteiras, aumento de segurança nos mercados de Natal e mobilização de meios envolvidos no dispositivo antiterrorismo.

A cidade de Estrasburgo, localizada no nordeste da França, junto à fronteira com a Alemanha, acolhe a sede do Parlamento Europeu.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.