Esta segunda-feira apresentado em conferência de imprensa, o festival inclui atividades presenciais no Centro de Juventude de Braga e outras online, todas elas de acesso gratuito.

Vai abordar temas como as divisões e clivagens que fomentam a discriminação, o racismo, a intolerância e o desrespeito pelos direitos humanos.

“Esta é a terceira vez que o Festival Política tem presença em Braga e é uma iniciativa que reputamos de muito positiva, não só pelo facto de estimular a reflexão sobre temas muito importantes sobre a nossa vida em sociedade, mas também por fomentar a participação dos jovens, colocando-os em contacto com os responsáveis políticos”, afirmou o presidente da Câmara de Braga.

Ricardo Rio salientou as parcerias que o Município de Braga tem desenvolvido com diversas entidades, como o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) e a delegação de Braga da Cruz Vermelha Portuguesa, “muito têm contribuído para concretizar o objetivo de retirar fronteiras existentes na comunidade e transformar Braga numa cidade cada vez mais inclusiva e acolhedora, onde qualquer cidadão de qualquer parte do mundo possa realizar os seus sonhos”.

O Festival Política arranca na quinta-feira, com a exibição do documentário de Alexander Nanau ‘Colectiv – Um caso de Corrupção’, seguindo-se, pelas 21:15, o espetáculo ‘Fronteiras’, de André Murraças.

Um dos destaques desta edição é o encontro online entre cidadãos e eurodeputados representantes dos partidos presentes no Parlamento Europeu.

Durante cinco minutos, os participantes inscritos conversam com cada um dos deputados sobre o tema do festival. Este cara-a-cara com os eurodeputados está marcado para sexta-feira, às 17:00.

O programa inclui ainda um documentário intitulado “Revolução Cigana”, o workshop de escrita criativa “Mundo Daqui e Além-Mar” e uma conversa com o arqueólogo Luís Fontes sobre o primeiro reino cristão da Europa Ocidental.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.