Uma nota de imprensa da delegação provincial de Luanda do Ministério do Interior dá conta que foi “de imediato” aberto um inquérito policial, estando os efetivos que integravam a equipa de guarda e guarnição durante a fuga sob detenção preventiva.

Os detidos em causa eram suspeitos de envolvimento em vários crimes, com destaque para roubos, furtos e ofensas corporais.

A nota acrescenta que um dos 11 foragidos se apresentou voluntariamente ao comando municipal do Cazenga, estando a decorrer diligências para a “rápida” recaptura dos restantes e posterior encaminhamento aos órgãos de justiça.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.