"A Galp desmente categoricamente as notícias publicadas na manhã desta quinta-feira sobre a sua alegada saída de projeto de gás natural em Moçambique", respondeu por escrito a Galp ao SAPO24.

"Estas notícias têm por base um comunicado falso a que a Galp é alheia", acrescenta a mesma fonte.

O falso comunicado, enviado a alguns meios de comunicação social, anunciava que a empresa iria vender a participação que detém nos novos projetos de exploração de gás em Cabo Delgado “devido ao clima de instabilidade, violência terrorista e corrupção em Moçambique”.

Mais, acrescenta o jornal Eco que a empresa estará a ser alvo de uma campanha de utilização abusiva da sua imagem corporativa para veiculação de informações falsas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.