Kushner, de 36 anos, deve assumir a liderança de um novo departamento na Casa Branca, que deverá ser apresentado nesta segunda-feira, segundo The Washington Post.

O genro de Donald Trump vai ter autoridade suficiente para contornar a burocracia laboral para conseguir cumprir as principais promessas de campanha - como a reformulação dos cuidados aos veteranos e combater o vício de opiáceos - colhendo ideias do mundo empresarial, aplicando-as ao nível governamental.

O departamento de Inovação Americana da Casa Branca, que será liderado por Jared Kushner, vai reportar diretamente ao presidente. Escreve o Post que a nível interno vai funcionar como uma unidade SWAT (acrónimo de Special Weapons And Tactics ou "Armas e Táticas Especiais" em tradução livre, uma polícia especializada que atua nas grandes cidades americanas) de consultores estratégicos.

"Prometi aos norte-americanos que alcançaria resultados, assim como iria aplicar no governo a minha mentalidade de antecipação da agenda, dentro do orçamento", afirmou Trump citado pelo jornal.

A equipa de Kushner será composta por ex-diretores do setor privado com foco na inovação, sendo o gabinete projetado para difundir um novo paradigma em Washington e que visa uma nova forma de fazer polícia no país.

"O governo deveria funcionar como uma grande empresa norte-americana. Esperamos atingir com sucesso e eficiência [do novo departamento] para os nossos clientes, que são os cidadãos", disse Kushner.

Os setores de tecnologia e de dados vão estar no centro desta nova unidade, uma vez que a Casa Branca já se encontra a trabalhar com referências do setor, como o CEO da Apple, Tim Cook, e o fundador da Microsoft, Bill Gates.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.