O Comando Territorial da GNR, através do Núcleo de Proteção Ambiental de Leiria, informa que, no dia 27 de novembro, detetou uma descarga ilegal de um efluente pecuário para o solo, proveniente de uma exploração agropecuária.

Os militares da GNR estavam numa ação de patrulhamento, quando foram confrontados com “efluentes pecuários a escorrer livremente para o solo diretamente de uma lagoa de armazenagem de efluentes pecuários, sem qualquer tipo de mecanismo que assegurasse a sua depuração”, refere uma nota de imprensa.

Após algumas diligências, foi identificado o ponto de origem da descarga, resultando na elaboração de um auto de contraordenação por descarga de efluente pecuário diretamente para o solo, punível com uma coima no valor máximo de 144 mil euros, acrescenta a nota.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.