Segundo um comunicado da GNR, a detenção do homem, de 44 anos, foi feita pelo Posto Territorial de Celorico de Basto, na zona de Fervença.

“Durante uma ação de patrulhamento preventivo, os militares detetaram uma coluna de fumo, pelo que se deslocaram de imediato ao local, tendo localizado e detido o autor do incêndio florestal”, afirma a GNR.

Contudo, em declarações à Agência Lusa, o Comandante do Destacamento Territorial de Fafe, Orlando Mendes, esclareceu que não se tratou de fogo posto, mas de “negligência”.

“O homem estava a fazer a limpeza da mata, da floresta, e no final, na queima dos sobrantes, o fogo descontrolou-se”, especificou.

O suspeito não conseguiu controlar as chamas, tendo acabado por colocar em perigo diversas habitações.

Do incêndio resultou uma área ardida de cerca de 10.000 m2 de mato e eucaliptos.

O homem foi constituído arguido e sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.