Em comunicado, a GNR explicou que durante a operação, que decorreu entre as 08:00 e 13:00, procedeu ao levantamento de um total de 116 autos de contraordenação, “dos quais 91 de contraordenação resultante de campismo, autocaravanismo selvagem e estacionamento ilegal em locais não permitidos e 25 por incumprimento do regulamento de sinalização de trânsito”.

A ação de fiscalização decorreu no concelho de Vila do Bispo, distrito de Faro, no Parque Natural do Sudoeste Alentejo e Costa Vicentina.

A operação envolveu um total de 22 elementos da GNR de Portimão, da Direção Regional da Conservação da Natureza e das Florestas do Algarve e da Câmara de Vila do Bispo.

A força de segurança destacou que “o campismo e autocaravanismo selvagem é um problema identificado há muito e que constitui fator de destruição de habitats, alguns deles protegidos, além de representar uma ocupação ilegal da qual resulta uma degradação dos locais utilizados por deposição descontrolada de resíduos que se espalham pelos locais ocupados indevidamente”.

“Assim, estas ações de fiscalização têm como objetivo desincentivar práticas ilegais e fortemente degradadoras de uma área de elevado valor natural, mas também turístico”, adiantou a nota da GNR.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.