Em comunicado, a GNR refere que os militares, do Posto Territorial do Gerês, após terminarem o serviço e no momento em que se dirigiam para as suas residências, se aperceberam de dois focos de incêndio em zona florestal, tendo acionado os meios de combate ao fogo.

"Por existirem fortes indícios de se tratar de fogo posto, os militares percorreram a estrada onde estavam a deflagrar os incêndios, tendo surpreendido o suspeito em flagrante delito a atear um novo fogo com um isqueiro", acrescenta.

O suspeito "foi detido de imediato" e vai ser levado ao Tribunal de Póvoa de Lanhoso, para primeiro interrogatório judicial e aplicação das respetivas medidas de coação.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.