No Porto, a conferência de imprensa de António Costa terá lugar na Casa de Allen, pelas 18:00, depois de o líder do executivo acompanhar o segundo dia da visita de Estado a Portugal do Presidente de Angola, João Lourenço.

No debate que se realizará em Braga, na segunda-feira - dia em que o Governo completa três anos -, estarão cinco professores da Universidade do Minho: Luís Aguiar-Conraria (Economia), Sandra Fernandes (Ciência Política), João Rosas (Filosofia), Helena Sousa (Ciências da Comunicação) e Pedro Morgado (Medicina).

Com este leque de docentes universitários, segundo fonte do executivo, procura-se "garantir o envolvimento de múltiplas áreas científicas na sessão".

Ao assinalar o terceiro aniversário, tal como aconteceu com a conferência realizada em Aveiro no ano passado, o Governo pretende dar "cumprimento a uma das medidas do seu programa" no sentido de se procurar "melhorar a qualidade da democracia, reforçar os mecanismos de participação cívica e aumentar o escrutínio das instituições públicas pelos cidadãos".

No programa do executivo menciona-se especificamente "a avaliação anual do cumprimento das promessas presentes no programa de Governo, com a participação de um grupo de cidadãos escolhidos aleatoriamente de entre eleitores que se pré-inscrevam".

Ainda de acordo com o executivo, "o trabalho de definição da amostra, de desenho dos grupos focais, de moderação das reuniões destes grupos, da definição dos temas a tratar por cada grupo e de acompanhamento na elaboração das questões a colocar sobre cada tema será totalmente desenvolvido pelo Universidade do Minho".

O Governo refere ainda que o grupo de indivíduos selecionado pela Universidade do Minho "irá elaborar perguntas sobre os temas identificados por esta instituição de Ensino Superior e estas questões serão feitas diretamente ao primeiro-ministro e aos outros membros do Governo".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.