Segundo o despacho a que a Lusa teve hoje acesso, o Governo justifica que "embora a terça-feira de Carnaval não conste da lista de feriados obrigatórios", existe em Portugal "uma tradição consolidada de organização de festas neste período".

Desta forma, prossegue o Governo, é concedida "tolerância de ponto aos trabalhadores que exercem funções públicas nos serviços da administração direta do Estado, sejam eles centrais ou desconcentrados, e nos institutos públicos, no dia 28 de fevereiro de 2017".

O despacho assinado pelo primeiro-ministro na sexta-feira de fevereiro, excetua da tolerância "os serviços e organismos que, por razões de interesse público, devam manter-se em funcionamento naquele período".

Os trabalhadores da administração pública regional dos Açores também vão ter tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval assim como os funcionários da administração pública regional da Madeira. No caso da Madeira, a tolerância estende-se à manhã de quarta-feira.

A 19 de janeiro deste ano, o parlamento rejeitou os projetos do partido ecologista "Os Verdes" e do PAN (Pessoas, Animais e Natureza) para que a terça-feira de Carnaval fosse feriado nacional obrigatório, com os votos contra de PS, PSD e CDS-PP e favoráveis das restantes bancadas.

O anterior Governo do PSD/CDS-PP não dava tolerância de ponto no Carnaval, justificando a decisão com a aplicação do Programa de Assistência Económica e Financeira a Portugal. Apesar disso, muitos municípios com tradições carnavalescas concediam tolerância aos respetivos munícipes.

[Notícia atualizada às 11h54]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.