O Governo vai nomear o jornalista Nicolau Santos presidente do Conselho de Administração da agência Lusa, substituindo Teresa Marques no cargo, disse o gabinete do Ministério da Cultura.

Nicolau Santos, diretor-adjunto do Expresso, anunciou a saída do semanário a 15 de dezembro, indicando, porém, que se vai manter-se como cronista do jornal e comentador na SIC Notícias.

Em comunicado, o grupo Impresa, dono daquele jornal, adianta que "a decisão foi tomada pelo próprio e comunicada à administração".

No entanto, Nicolau Santos "manter-se-á como cronista do jornal, no seu espaço de opinião no Caderno de Economia, no 'site' e no Expresso Diário, bem como na SIC Notícias, como comentador e como moderador do Expresso da Meia Noite".

O Expresso e a Impresa "agradecem todo o empenho e dedicação de Nicolau Santos, que esteve quase 20 anos na redação e depois na direção do Expresso e manifestam a sua satisfação em continuar a contar com a visão e a opinião forte de Nicolau Santos nas marcas de informação do grupo".

A Lusa é a maior agência de notícias em língua portuguesa do mundo e uma das principais fontes dos meios de comunicação portugueses, incluindo do SAPO24.

A assembleia-geral de acionistas da Lusa, no qual o Estado tem uma participação de 50,14%, seguido pelo Global Media Group (23,36%) e pela Impresa (22,35%), deverá ocorrer no final de fevereiro, onde Nicolau Santos será nomeado.

Teresa Marques chegou à presidência da Lusa em 2015, terminando o mandado em 31 de dezembro.

[Notícia atualizada às 13:56]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.