José Luís Carneiro falava hoje aos jornalistas na sede do governo da Catalunha, em Barcelona, após uma reunião com o conselheiro das relações exteriores do executivo catalão, Raul Romeva, durante o qual fez o pedido de ajuda.

O governante português confirmou também que "até agora, nas vítimas que estão feridas nos hospitais, (...) não há registo de qualquer português.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.