Os dados do Vacinómetro®, relatório que monitoriza a vacinação contra a gripe em grupos prioritários na época definida como de maior probabilidade para o aparecimento de gripe, revelam que desde o dia 15 de outubro de 2018 vacinaram-se contra a gripe sazonal 65,9% dos indivíduos com 65 ou mais anos, 55,8% dos indivíduos portadores de doença crónica, 37,3% dos portugueses com idades compreendidas entre os 60 e os 64 anos e 52% dos profissionais de saúde com contacto direto com doentes. Nestes quatro grupos definidos como de risco, a percentagem de pessoas vacinadas aumentou face ao período gripal de 2017/2018 à exceção dos profissionais de saúde em que se assistiu a uma redução dos atuais 52% versus os 55,2% do ano anterior.

Lançado em 2009, o Vacinómetro® permite monitorizar em tempo real, a taxa de cobertura da vacinação contra a gripe em grupos prioritários recomendados pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Trata-se de uma iniciativa promovida pelo décimo ano consecutivo pela Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) e a Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), com o apoio da Sanofi Pasteur.

Ao todo, cerca de 1.3 milhões de portugueses com 65 ou mais anos vacinaram-se contra a gripe nesta época gripal. A estes juntam-se os cerca de 240 mil cidadãos com idades entre os 60 e os 64 anos, também eles vacinados contra a doença.

Do total do grupo de indivíduos vacinados, os motivos que levaram à vacinação foram recomendação do médico (63,5% ), no contexto de uma iniciativa laboral (15,8% ), por iniciativa própria, para estar protegido (14,0%) e por parte de pessoas que sabem que fazem parte de um grupo de risco para a gripe (5,5% )

A vacinação contra a gripe é fortemente recomendada para os grupos alvo prioritários, designadamente pessoas com idade igual ou superior a 65 anos, doentes crónicos e imunodeprimidos com 6 ou mais meses de idade, grávidas, profissionais de saúde e outros prestadores de cuidados (como por exemplo lares de idosos). A vacina também é aconselhada a pessoas com idade entre os 60 e os 64 anos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.