Já o volume de negócios subiu 6,4% para 100,3 milhões de euros, o que a empresa atribui à “evolução positiva do mercado da restauração na Península Ibérica, conjugada com os efeitos das aberturas ocorridas ao longo de 2017, que contribuíram para a manutenção da tendência de crescimento da atividade durante o período” e que conseguiram minimizar o “impacto da redução do volume de negócios em Angola", devido à queda do consumo e desvalorização da moeda.

Ainda segundo o comunicado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários, o EBITDA (resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações) consolidado avançou 6% para 11,1 milhões de euros entre janeiro e março.

No final de março deste ano, a Ibersol tinha 646 unidades (504 próprias e 142 franquiadas), o mesmo número de final de 2017, das quais 317 em Portugal, 311 em Espanha, 10 em Angola e 8 noutras localizações.

O Grupo Ibersol detém as marcas Pizza Hut, Burger King, KFC, O Kilo, Pasta Caffé, Pans, Miit, entre outras cafetarias e quiosques.

No relatório das contas do trimestre hoje divulgado, a Ibersol fala da fusão entre as cadeias de restaurantes Pizza Hut (empresa detida pelo grupo norte-americano Yum!) e o grupo espanhol Telepizza, referindo que nos termos desse acordo passará a relacionar-se com a Telepizza, uma vez que o grupo espanhol passará a gerir a Pizza Hut na Península Ibérica e na América Latina (com exceção do Brasil).

“A Ibersol manterá a operação dos atuais restaurantes nos termos contratados e terá de acordar com a Telepizza o desenvolvimento futuro de novas localizações e as renovações dos contratos, quando ocorrerem”, refere o grupo.

O negócio entre a Pizza Hut e a Telepizza ainda tem de ser aprovado pelas autoridades, mas diz a Ibersol que já está “em negociações com a Telepizza para definir o quadro de relacionamento futuro”.

O grupo Ibersol tem como principal acionista a 'holding' ATPS, de António Teixeira e António Pinto de Sousa, com 55% do capital.

As ações da Ibersol, que integram o PSI20, subiram hoje 1,36% para 11,15 euros.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.