Segundo um comunicado da DGRSP, que “lamenta profundamente o ocorrido”, logo após o acidente de serviço com a arma de fogo, disparada por um dos formadores, o INEM foi acionado, tendo procedido no local a manobras de reanimação que não tiveram sucesso.

O óbito foi declarado no local onde decorria a formação, a carreira de tiro do Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira.

A DGRSP informa que o acidente com a arma de fogo ocorreu cerca das 11:00 de hoje e que, de acordo com os trâmites legais. a GNR deslocou-se ao local e comunicou a ocorrência à Polícia Judiciária.

A nível interno, estão igualmente em curso diligências para apurar as causas do acidente, tendo sido ordenada a abertura de um inquérito a cargo do inspetor coordenador do Serviço de Auditoria e Inspeção (Norte) da GGRSP e que é magistrado do Ministério Público.

Fonte oficial do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) disse à Lusa que a vítima é uma guarda prisional na casa dos 30 anos.

A fonte precisou que o alerta de socorro foi dado pelas 11:06 e que, quando a equipa do INEM chegou ao local, a vítima “estava em paragem cardiorrespiratória”, tendo sido verificado o óbito às 12:28, após manobras de reanimação.

Ao local deslocou-se uma viatura médica de Penafiel e uma ambulância dos Bombeiros Voluntários de Paços de Ferreira.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.