Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa indica que os polícias foram chamados a uma habitação "por existirem fundadas suspeitas da colocação dissimulada" de câmaras de filmar numa casa de banho.

"À chegada ao local, foi contactada uma cidadã de nacionalidade estrangeira e que tinha arrendado a habitação para passar férias com o seu marido e que minutos antes, quando se encontrava a tomar banho, apercebeu-se de uma caixa com orifício virado para o duche, o que motivou a sua curiosidade", explica a PSP.

A polícia retirou da casa de banho uma caixa com dois aparelhos de gravação de vídeo, uma 'powerbank' e as respetivas ligações, material que foi apreendido.

O suspeito, proprietário da habitação, admitiu ter sido ele a colocar os aparelhos em questão e, perante os factos e o desejo de procedimento criminal por parte da mulher, foi detido e notificado para comparecer no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa Oeste.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.