Em comunicado enviado à agência Lusa, o hospital acrescenta que o Conselho de Administração está “em diálogo permanente” com os profissionais que asseguram a tripulação da VMER, por forma a chegar a um “consenso célere” entre todos os intervenientes.

O objetivo, diz ainda o hospital, é garantir a “operacionalidade permanente” dos meios de emergência pré-hospitalar.

O Jornal de Notícias noticia, na edição de hoje, que a VMER do Hospital de Braga esteve parada no domingo, entre as 08:00 e as 20:30, por ausência de médicos que trabalham naquele serviço de socorro.

Ainda segundo o jornal, esta terá sido já a sétima paragem registada este mês.

No comunicado, o Hospital de Braga reforça que está a acompanhar a situação “em articulação com as entidades competentes, garantindo-se assim outras respostas para a assistência total dos doentes que necessitem de cuidados médicos de emergência”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.