Os trabalhadores de limpeza do Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) vão fazer uma greve de 48 horas, de terça a quarta-feira, para reivindicar um aumento do subsídio de alimentação, anunciou hoje o sindicato do setor.

Em comunicado, o Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas e Atividades Diversas (STAD) informou que os trabalhadores reivindicam um aumento de 1,85 euros para 3,50 euros por dia.

Durante esses dois dias, os profissionais vão concentrar-se à porta principal da unidade hospitalar entre as 09:30 e as 12:30 pela “defesa dos seus direitos”, refere o sindicato.

Hoje, o hospital informou, em comunicado, que “não se prevê que o serviço de limpeza no CHUSJ seja afetado de forma a condicionar a prestação de cuidados de saúde, uma vez que foi determinada a prestação de serviços mínimos; na última greve neste contexto, todos os serviços funcionaram de forma adequada, ressaltando o profissionalismo e a defesa do interesse dos utentes que os profissionais em causa demonstraram”.

“A greve é uma decisão dos profissionais, numa negociação com a sua entidade patronal, com a qual o CHUSJ possui um contrato de prestação de serviços, mas sendo totalmente alheio às questões laborais que se encontram em discussão”, refere o comunicado do hospital, acrescentando que “não se trata de profissionais do CHUSJ, mas contratados por uma entidade externa”.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.