À Lusa, o gabinete de comunicação do CHUSJ explicou que a ativação do nível três do plano de contingência (que possui quatro níveis) implica a alocação do serviço de medicina interna à covid-19, “tendo impacto direto na limitação da atividade cirúrgica eletiva”, ou seja, a suspensão de parte da atividade cirúrgica programada.

A ativação deste nível surge em resposta à necessidade de “aumentar” as áreas de internamento dedicadas à covid-19 e ao fluxo no serviço de urgência.

“O reforço e a mobilização de recursos humanos das várias especialidades, para as diversas áreas, já se encontra em implantação, de acordo com o plano de contingência”, afirmou.

De acordo como semanário Expresso, a unidade tem neste momento 52 infetados internados, 11 em cuidados intensivos. Duas unidades dedicadas à pandemia já atingiram os 100% de lotação — a de ginecologia e a de doenças infecciosas.

Em Portugal, morreram 2.110 pessoas dos 89.121 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.