Os dois tripulantes, adiantou à agência Lusa o capitão do porto da Horta, Rafael da Silva, já receberam assistência.

A embarcação, com bandeira da Antígua e Barbuda, teve um problema durante esta madrugada, ficando à deriva e tendo acabado por encalhar junto ao morro de Castelo branco.

O alerta foi lançado "já depois das 07:00, quando a embarcação estava já muito perto de terra", declarou o capitão do porto da Horta.

Foram ativadas, de imediato, equipas da polícia marítima, da estação salva-vidas da Horta e dos bombeiros do Faial, sendo que "a primeira preocupação foi o resgate dos tripulantes", vincou Rafael da Silva.

Os tripulantes, na casa dos 50 anos, conseguiram "chegar a terra pelos seus próprios meios e tentaram fazer a escalada da zona de costa, que é muito escarpada", disse.

Segundo adiantou o capitão do porto, um dos tripulantes terá conseguido subir a encosta, recebendo assistência dos bombeiros no imediato, tendo o segundo, "mais debilitado", recebido o auxílio da equipa de resgate dos bombeiros para terminar a subida.

"Tirando o facto de estarem cansados e com algum frio, não apresentavam nenhum outro quadro clínico que merecesse preocupação, e agora vão ser seguidos e acompanhados", explicou Rafael da Silva.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.