De acordo com Rami Abdel Rahmane, diretor do OSDH, em declarações à AFP, "os bombardeamentos russos, mais intensos do que o habitual sobre bastiões rebeldes", ocorreram durante a noite e prolongaram-se até esta manhã.

O vídeo que foi publicado na internet pela ONG mostra o momento dos bombardeamentos e muito fumo em vários locais do bairro de Jobar, em Damasco, e na cidade de Douma, a seis quilómetros da capital. O OSDH reportou a ocorrência de pelo menos 26 raids aéreos e bombardeamentos de artilharia nesta cidade perto de Damasco.

As equipas de resgate, em Douma, garantem que a ofensiva vitimou pelo menos cinco pessoas, tendo listado os seus nomes na sua conta de Twitter. De acordo com a Reuters, as fontes oficiais do exército sírio não comentaram o assunto até ao momento.

A ONG reportou, ainda, ataques aéreos e de artilharia por parte do governo sírio na região de Hama, durante a noite, e também em Homs.

O governo sírio concordou com o cessar-fogo proposto, mas a oposição revelou ter algumas reservas em relação aos termos desta trégua. Durante duas semanas o cessar-fogo vai estar sob avaliação de modo a testar as intenções do governo e dos aliados, Rússia e Iraque, comunicou a oposição síria.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.