De acordo com o IPMA, outros 69 concelhos dos distritos de Beja, Faro, Portalegre, Santarém, Lisboa, Leiria, Coimbra, Castelo Branco, Viseu, Aveiro, Porto, Bragança, Braga, Vila Real e Viana do Castelo estão em risco muito elevado (o segundo mais grave) de incêndio.

Em risco elevado estão ainda outros cerca de 80 municípios estão em risco elevado de incêndios, num dia em que o IPMA prevê que os termómetros comecem a baixar.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o "reduzido" e o "máximo".

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Por causa da persistência de valores elevados das temperaturas máximas o IPMA estendeu o aviso vermelho até ao final do dia de hoje, mas apenas nos distritos de Castelo Branco e Portalegre.

O IPMA prevê para hoje tempo quente no interior e descida acentuada de temperatura no litoral oeste e nebulosidade no litoral Norte e Centro.

Para os Açores aguarda-se céu geralmente pouco nublado e vento fraco para o grupo Ocidental e períodos de céu muito nublado com boas abertas, mas com possibilidade de aguaceiros fracos na madrugada e manhã para os restantes grupos de ilhas.

Na Madeira é esperado tempo quente com céu geralmente pouco nublado, apresentando períodos de maior nebulosidade nas vertentes norte e na ilha de Porto Santo. O vento será fraco a moderado e moderado a forte nas terras altas e nos extremos leste e oeste da ilha da Madeira.

As temperaturas vão chegar aos 26º Celsius em Ponta Delgada, 29º no Funchal e 32º em Lisboa. Évora será a cidade com a temperatura mais elevada, 42º. Para além desta cidade, as temperaturas máximas apenas vão ultrapassar os 40 graus celsius em Castelo Branco (42º) e Beja (41º). Já as temperaturas mínimas vão descer até aos 16º em Vila Real, Braga, Viseu e Guarda.

Portugal com risco muito elevado de exposição aos raios UV

Portugal, incluindo as ilhas, apresenta hoje um índice muito elevado de radiação, com exceção do distrito de Viana do Castelo, de acordo com informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O distrito nortenho de Viana do Castelo está com risco elevado.

Para as regiões com risco muito elevado e elevado, o IPMA recomenda a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, ‘t-shirt’, guarda-sol, protetor solar e evitar a exposição das crianças ao Sol.

O índice ultravioleta varia entre 1 e 2, em que o risco de exposição à radiação UV é baixo, 3 a 5 (moderado), 6 a 7 (elevado), 8 a 10 (muito elevado) e superior a 11 (extremo).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.