“O incêndio está dominado, mas os trabalhos vão ser demorados devido à densidade da vegetação”, disse à agência Lusa o Comandante Distrital de Operações de Socorro de Leiria, Carlos Guerra.

O fogo deflagrou às 16:39, numa zona de povoamento florestal na freguesia de Valados dos Frades, concelho da Nazaré, no distrito de Leiria, tendo a principal dificuldade no combate às chamas sido “o forte vento que se faz sentir na região Oeste”, acrescentou Carlos Guerra.

O combate às chamas, que chegou a mobilizar cinco meios aéreos e 125 bombeiros, apoiados por 33 viaturas, “teve um ataque inicial muito musculado, com dois aviões e dois helicópteros pesados logo no início”, quer por causa do vento quer pela “densidade da vegetação”, na zona ocupada essencialmente por pinheiros.

À agência Lusa, Carlos Guerra afirmou ainda que o rescaldo irá ser feito com recurso a material das equipas de sapadores e a máquinas de rasto em todo o perímetro, para evitar reacendimentos.

De acordo com a página na internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, às 20:30 mantinham-se ainda no local 117 operacionais, apoiados por 33 meios terrestres e um meio aéreo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.