"Estas medidas são tomadas por questões de segurança - risco de incêndio - devido às elevadas temperaturas previstas para a Região Autónoma da Madeira para os dias 26 e 27 do corrente mês", refere a entidade em comunicado.

A estrada florestal Areeiro/Eira do Serrado, que percorre uma vasta área das serras sobranceiras à cidade do Funchal, também vai estar encerrada no mesmo período.

"Face a esta situação pontual haverá um reforço de vigilância por parte do Corpo de Polícia Florestal", sublinha o Instituto das Florestas e Conservação da Natureza.

E reforça: "Apelamos a toda a população que tenha comportamentos responsáveis, que não utilizem o fogo na floresta e que evitem comportamentos que de alguma forma possam perigar a floresta".

O arquipélago da Madeira encontra-se sob avisos amarelo e laranja para tempo quente até 30 de agosto (domingo), sendo que a temperatura máxima do ar poderá atingir os 32 graus, indicou hoje o Serviço Regional de Proteção Civil, destacando que as áreas mais afetadas serão a costa sul e as regiões montanhosas.

A humidade relativa do ar será baixa, temporariamente com valores inferiores a 30%, e o vento será em geral fraco a moderado (10 a 35 quilómetros/hora), com rajadas que poderão atingir cerca de 50 a 70 quilómetros/hora nos extremos leste e oeste e nas zonas montanhosas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.